A palavra "Apuama" é de origem Tupi e significa “aquele que corre, que nunca está parado, que tem fluidez, um espirito aventureiro que nunca para em casa”, ou seja, aquele que vive pelo mundo, pelas estradas da vida, que está em movimento.    

  O Grupo Apuama reside em Salvador e faz uma viagem musical por distintos gêneros da música brasileira, buscando agregar também elementos da música flamenca, bem como do reggae, do rock, funk e etc. Além das músicas autorais, a proposta é fazer um resgate de canções de compositores não muito conhecidos pelo público em geral.

  

 O projeto surgiu na Espanha, na cidade de Granada, através do encontro do baiano Marcelo Maia e do curitibano Alexandre Palma. A ideal inicial era um dueto de voz, violão brasileiro e flamenco. Ambos deram inicio ao projeto, tocando por diversos lugares pela Espanha. Em 2014 deram inicio as gravações do primeiro disco em Granada e retornam ao Brasil. Atualmente, Apuama é um grupo, uma espécie de coletivo, que tem como base principal Marcelo Maia (violão e vocal), Alexandre Palma (violão sólo), Léo Jesus (percussão), Marcelo Fonseca (violino e rabeca), Zé Livera (baixo elétrico). 

  O Grupo Apuama está lançando seu primeiro álbum em dezembro de 2018. Em 2015 a música "Embolada Estradeira" foi finalista do Festival Edésio Santos (Juazeiro-Ba) e em 2016  a música "Rastro de Estrelas" foi selecionada  para o XIV Festival de Música da Rádio Educadora da Bahia.

 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now